Duas Ênfases Sobre O Dilúvio

Duas Ênfases Sobre O Dilúvio

Duas Ênfases Sobre o Dilúvio Baseado em Gênesis 7.17-24. Imagem: Pixabay.

A chuva do dilúvio durou 40 dias (7.17). A inundação foi grande.

Duas Ênfases Sobre o Dilúvio: 1ª Ênfase – As Águas do Dilúvio Universal

Muitas vezes as repetições são enfáticas na Bíblia. Note a ênfase nos versos 17-20: “As águas levantaram a arca”; “predominaram as águas e cresceram sobremodo”; “as águas prevaleceram excessivamente”; “cobriram todos os altos montes”; “quinze côvados acima deles prevaleceram as águas”.

Estes relatos apontam para um dilúvio universal. Acredito nisso, pois senão ao menos as aves escapariam.

Duas Ênfases Sobre o Dilúvio: 2ª Ênfase – A Morte Universal

A outra ênfase está na morte de todos os seres viventes exceto, claro, os que estavam na arca (21).

O relato enfático na morte de todos os seres viventes se vê nos versos de 21 a 23: “Pereceu toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de animais domésticos e animais selváticos...”; “Tudo o que tinha fôlego de vida… morreu”; “Assim, foram exterminados todos os seres…”. “Ficou somente Noé e os que com ele estavam na arca”.

Essas Duas Ênfases Merecem Crédito?

Não vejo porque duvidar de um dilúvio universal. Quaisquer que tenham sido as circunstâncias em que Noé e sua família foram salvos, não há dúvida de que se trata de um milagre. Isto é, coisa de Deus, como por exemplo, Jonas ser engolido por um peixe, passar três dias e três noites em suas entranhas e não morrer (Jn 1.17), enquanto muitos morrem somente em ficar preso no elevador por algumas horas.

Salta aos nossos olhos que, o escritor está contando histórias e o faz enfaticamente, porque de fato foi algo grandioso. Algo impressionante! Diferenças de relatos do mesmo fato noutras fontes comprovam que houve um dilúvio extraordinariamente grande.

Quanto tempo durou águas do dilúvio sobre a terra? Sobre isso falaremos mais detalhadamente na próxima meditação. Por enquanto, basta dizer que durou por mais de 150 dias (24). Isto é, 5 meses.

O Dilúvio: Olhar para O Futuro

O dilúvio é uma demonstração de que Deus não deixou e nem deixará nenhum pecado sem punição. Até mesmo a natureza padeceu, pois foi corrompida junto com os homens. Agora, a natureza, juntamente com aqueles da estirpe de Noé, geme aguardando a redenção dos filhos de Deus (Rm 8.19-23).

Lembrem-se de que Jesus anunciou que tal como foi nos dias de Noé será na vinda do Filho do Homem (Lc 17.23). Isto nos ensina: 1 – Nós devemos estar atentos; 2 – Jesus reconheceu o Gênesis com todo seu relato, inclusive, do dilúvio, como verdadeiro. Isto deve calar aqueles que dizem crer em Jesus, mas negam a veracidade de Gênesis. Ao fazerem, negam também o ensino de Cristo.

@prodivanvelasco

Odivan Velasco dos Santos, casado, Bacharel em Teologia, Eletrotécnico.

Por favor, deixe seu comentário.