Aliança

Aliança | A Celebração da Nova Aliança

Em Mc 14.22-26, tudo acontece durante uma refeição, quando estavam à mesa e comiam (17,18). Destacamos que a traição é um pecado horrível, pois ele é praticado por quem não esperamos. O traidor é alguém íntimo: come em nossa mesa, comunga conosco, dorme em nossa cama, troca confidências… Celebra a Aliança junto conosco, depois dá o bote diabólico.

Pois não era um inimigo que me afrontava; então eu o teria suportado; nem era o que me odiava que se engrandecia contra mim, porque dele me teria escondido.

Mas eras tu, homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo.
Consultávamos juntos suavemente, e andávamos em companhia na casa de Deus
(Salmos 55:12-14).

Nós somos surpreendidos pelos laços da traição. Porém, Jesus conhece os traidores (18), e tem uma sentença pra eles (21).

O que Jesus fez enquanto Celebrava a Páscoa?

Jesus tomou a pão, abençoou-o, partiu-o, deu aos seus discípulos e disse: “Este é o meu corpo”.

Observamos uma solenidade. Jesus toma o pão e o cálice seguidos de oração Havia por parte dos discípulos: contrição (19).

O Corpo e o Sangue. Logicamente que isso é uma metáfora. Isto é, uma relação de semelhança entre duas coisas, dois termos. O pão representa o corpo de Cristo.

Não há transubstanciação, ou seja, transformação de uma substância em outra. Depois de abençoados, o pão continuou pão, e, o vinho, vinho. O que há é uma representação.

Em seguida, Jesus tomou o cálice e, tendo dado graças e deu aos discípulos e todos beberam dele, inclusive Judas Iscariotes. Isso nos ensina que um traidor pode participar da celebração da Aliança. Aliás, o traidor é alguém com quem temos uma aliança.

Jesus conhece os que são seus:

Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade (2 Timóteo 2:19).

Se o pão representa o corpo, o que representa o vinho dentro da Nova Aliança?

Aqui há outra figura de linguagem: sinédoque, conteúdo pelo continente. Ninguém bebe o cálice, mas o seu conteúdo.

O conteúdo do cálice, o vinho, representa que? O sangue da Nova Aliança. Ela não feita com sangue de bodes (Hb 9.12).

O sangue de Cristo foi derramado por quantos? “Em favor de muitos” e não, por todos.

O que o sangue de Cristo é? O sangue da Nova Aliança. Se há Nova, então existe a Velha. Qual é a velha Aliança? O Velho Testamento, a Lei de Moisés.

O sangue de Cristo tem poder para salvar a todos, mas quem O rejeita e O despreza, não pode experimentar de seu poder.

Onde estão os ingredientes da Páscoa ordenados em Ex 12 na celebração de Jesus?

Eles desapareceram e deram lugar ao pão e ao vinho representando corpo e sangue do Senhor. Estes são os ingredientes da Nova Aliança. Jesus assumiu o lugar do cordeirinho, que representava a todos nós. Eles eram como figura de Cristo.

O sangue do cordeiro pascal de Êxodo 12 foi substituído pelo sangue de Cristo. Quem está lavado com o sangue precioso de Jesus, o anjo da morte passará e não o alcançará. Cristo é a nossa Páscoa (1 Co 5.7).

Seu sacrifício tem validade eterna. Por isso, não é preciso mais sacrifício de animais e nem humanos. Mesmo porque Deus só aceita o único sacrifício oferecido por Ele mesmo (At 4.12; 2 Tm 2.5,6).

@prodivanvelasco

Odivan Velasco dos Santos, casado, Bacharel em Teologia, Eletrotécnico.

Por favor, deixe seu comentário.